quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

O sabor do Natal...

Fazia tempo que não me dava o prazer de comer boas fatias de queijo do reino legítimo, daqueles de cor, textura e sabor inigualáveis, o qual me remete, instantaneamente, à época do Natal da minha infância...
Esses dias, havia comentado com o marido do meu desejo, neste Natal, de pôr na boca um pedacinho que fosse, só para matar a saudade.
E não é que hoje ele me trouxe um queijo do reino inteiro, envolto na sua balagem original?!
Ao chegar em casa, corri em passos largos para a cozinha a fim de matar, definitivamente, aquele sentimento que tanto me perturbava e me fazia viver momentos "flashbacks".
Peguei o abridor de latas e comecei a abrir o meu "tesouro", como se fosse o último queijo do reino da face da terra.
Abrir aquela ostra de lata e encontrar a linda esfera cor de rosa no interior dela, foi algo indescritível. Coisa que só se sente quando se consegue alimentar além do corpo, a alma.