terça-feira, 21 de agosto de 2007

Qual a sua sina??!

Não sou exemplo de mulher prática fazendo compras. Sou daquelas que passa horas em frente às gôndolas olhando data de validade, embalagem nova, design novo, produto novo, pesquisa de preço, receitinha de rótulo (pra ver se não tenho nenhuma parecida ou algo do gênero em casa)... Mas, peraí!!! Se saio para fazer compras e demoooro pra chegar em casa, a culpa não é de nenhuma dessas horas "dedicadas", a culpa é sempre do caixa do supermercado. Ô sina!!!
Depois de me deleitar entre as gôndolas, me dirijo para as dezenas de caixas espalhados ao longo de toda a extensão do dito estabelecimento (como qualquer outra pessoa), e apesar de todo o meu esforço para escolher em qual caixa eu passarei, não tem jeito, sempre escolho aquele premiado, que irá me consumir muitos minutos do meu dia.
Parece até brincadeira, mas é verdade. Às vezes, eu até me pergunto se está acontecendo de novo ou é pegadinha de algum desses programas aí da tv.
É inacreditável!!!!
Só contando...
Pra sentir o drama, conto o episódio que entrei numa daquelas filas de "pequenas compras" com apenas três pessoas na minha frente. Até aí tudo bem, nada de mais. Foi só eu começar a prestar atenção nos ponteiros do relógio e na fila comum ao lado andando, andando e eu, nada.
Por "razões óbvias" (que só acontecem qd eu estou na fila, claro) a minha fila simplesmente não andava...
Razões óbvias 1: a mulher que estava sendo atendida no caixa esqueceu a senha e ficou tentando lembrar para digitar, até que ela conseguisse lembrar...meus sagrados minutinhos já eram...
Razões óbvias 2: a pessoa a ser atendida depois dela (também uma mulher) passou suas compras e na hora de pagar...teve que cancelar o cartão sabe-se lá o motivo...
Razões óbvias 3: a terceira pessoa, portanto a última antes de mim, e dessa vez um homem, deu o tiro de misericórdia na minha paciência. Um motoboy, com os pagamentos do patrão para fazer (eu pensei: pronto, esse vai ser rapidinho rapidinho...), infelizmente eu estava errada...
Tirou do bolso uma fatura do supermercado para pagar (acho que o valor era em torno de uns R$ 600,00) e um bendito saquinho de plástico bastante pesado... seu conteúdo? moedas, isso mesmo que você está pensando...pagar a faturinha de R$ 600,00 em moedas...sentiu o drama?? Eu não acreditei! Para cada moeda contada, me vinha uma sensação absurda de angústia...se alguém interompesse aquele homem... e ele se perdesse nas contas??....Moedas contadas, o tal motoboy ainda fez uma gracinha com o caixa...- Agora vc tem bastante moeda para troco!!! ...
GRRRRRRR!!!!!
Algumas horas depois...Minha paciência já tinha ido para o espaço... Mas eu não ia ser louca de pegar outra fila, né? (com sina não se brinca!!)
Sem contar que tenho pavor às plaquinhas "dirija-se ao caixa ao lado" e "caixa encerrado"; troca de bobinas, caixas tartarugas e dia de promoção, não precisa nem dizer, que nesses dias, já sabe qual caixa eu escolho né?!
Quando vou sozinha ao supermercado, não tem jeito, fatalmente, serei vitimada mais uma vez pela capsiosa tarefa "qual caixa escolherei???".
Mas, se vou com mais alguém, ainda me resta uma saída: - Fique à vontade, pode escolher!!!