sexta-feira, 9 de maio de 2008

Consumindo o que se tem de melhor

A Gastronomia Molecular, cujo expoente máximo é o chef catalão Ferran Adrià, tem como foco a interpretação da composição bioquímica dos alimentos e de como esses compostos interagem quando eles são processados.

Com a orientação de três professores universitários, a Folha de SP, publicou, ontem, dicas de como preparar 10 alimentos de forma nutricionalmente adequada.

Anote as dicas e aproveite o que esses alimentos têm de melhor.

CENOURA - deve ser cozida no vapor ("al dente") e regada com azeite . Se preferir comê-la crua, rale no ralador fino, regue com azeite e deixe descansar por 30 minutos antes de consumir.

BRÓCOLIS - também deve ser igualmente cozido no vapor ("al dente"), ser envolvido em saco plástico e mergulhado numa bacia com gelo (para receber choque térmico) e interromper o cozimento. Outra forma de consumo é saltear o brócolis, fritando-o rapidamente numa frigideira.

TOMATE - a melhor forma de consumi-lo é transformando-o em molho. De preferência, utilizando o tomate sem pele e sementes (para retirar a acidez) e refogando-o no azeite. Outra opção é o gaspacho (sopa fria espanhola) servida com azeite.

LEITE - Se for ferver, consumir, inclusive, a nata que se forma nas paredes da panela (é lá onde se encontram os principais nutrientes). Ah, e nunca deixe que ele ferva e transborde a espuma, caso contrário, você terá perdido o que o leite tem de melhor (além de ter feito a maior sujeira no seu fogão...)

OVO - Cozinhar por 3 ou 4 minutos, e para aqueles que adoram o ovo mais consistente, cozinhar até 7 minutos, no máximo.

ARROZ INTEGRAL - Não deve ser lavado nem refogado como fazemos com o arroz branco parbolizado.

PEIXE - deve ser preparado com a pele e assado embrulhado em em papel alumínio ou papel manteiga.

FRUTAS VERMELHAS - devem ser congeladas inteiras, ou na forma de polpa com o mínimo de água, ou ainda, ser consumida com um pouco de álcool, como é o caso de coquetéis.

FEIJÃO - deve ser colocado de molho para hidratar. A água em que o feijão ficou de molho deve ser utilizada posteriormente para o seu cozimento.

ERVAS E ESPECIARIAS - sua melhor forma de consumo é na marinada de carnes, peixes e aves. Caso deseje fazer uma receita com salsinha, prefira picá-la na hora para finalizar o prato.


Fonte: Folha de SP