quarta-feira, 5 de março de 2008

Dieta dos Pontos: eu já recorri a ela!!

Nunca fui a favor de dietas radicais. Dieta da Lua, dieta das uvas, dieta de south beach, dieta líquida, dieta das sopas, de shakes, do Dr. Atkins, do Dr. Fulustreco dos Grudes, dieta de..., dieta da..., dieta do...
Mas tem uma que sempre recorro quando o zíper da calça teima em emperrar no meio do percurso ou quando depois de vestir uma roupa, pareço ter passado por uma embaladora de café a vácuo...
É a tal da "Dieta dos Pontos".
Talvez por permitir que se coma de tudo (essa é da linha não-radical), ela funcione sem prejudicar a saúde.
O único pró é você ter que andar com uma cadernetinha anotando tudo o que você coloca na boca, do chiclete ao sanduíche, da água de coco ao conteúdo do seu prato no self-service.
Almoço: Uma colher de arroz integral, 5 colheradas de salada, 1 filé de frango grelhado de 200g, 1 fatia de pudim, ... Dá uma conferida básica na tabelinha de equivalências e calcula o total de pontos ingeridos, respeitando-se o limite diário de pontos por dia.
Sem contar com o medo constante de ser pego por um amigo carregando na bolsa uma cadernetinha "delatora" como quem carrega um produto contrabandiado longe dos olhos da fiscalização. Já pensou se descobrem a tal caderneta na bolsa?
É motivo pra 10 anos de azaração, daquela sem direito ao contraditório. Eis a prova cabal!!
O quê? Você também já recorreu a ela?!
E agora? Tá se sentindo melhor?!