terça-feira, 27 de novembro de 2007

Óia o Siri de Corá!!!!*

Dentre as coisas esquisitas (e porque não dizer "bizarras" para os menos chegados) que nós, Nordestinos, gostamos de comer, está o siri de coral, servido inteiro, apenas aferventado em água e pronto para ser devorado a unhas e dentes, literalmente. Sendo uma das principais iguarias apreciadas no Nordeste, podemos dizer que o tal crustáceo, chega a ser o "caviar" dos menos abastados.
Inclusive, é alvo de grandes discussões e olhares atravessados quando o assunto é custoXbenefício no ato de consumir a carne do bicho, levando-se em conta ser um pouco trabalhoso e demorado, exigindo-se perícia no assunto para a extração de sua carne. Há quem, por comodismo ou praticidade, prefira o filé de siri ensopado no leite de coco ou ainda a fritada de filé de siri, feita à base de filé de siri refolgado e claras em neve (não menos saborosos, é verdade; mas não tem o "tchan" de se ir consumindo a carne aos poucos, pedacinho por pedacinho, entende?!).
Preferências à parte, a verdade é que o siri é um crustáceo que pode ser encontrado tanto no mar como na lagoa e é, indiscutivelmente, um dos dos ingredientes fundamentais da cozinha regional nordestina.
E aí?! Vai encarar?!


*É como um senhor, que passa aqui na minha rua, vende o seu peixe, ou melhor, o seu siri, diariamente. :)