sexta-feira, 13 de junho de 2008

O errado que deu certo...

Cometer erros primários na cozinha é algo que todos nós estamos sujeitos, por mais experiente que sejamos, basta um descuido...seja a receita qual for.
E assim foi.
Água em ponto de ebulição, sal e um fiozinho de óleo. Cenário perfeito para transformar um simples pacote de penne e uma boa receita numa bela refeição. Tudo o que eu precisava era colocar a massa, esperar alguns minutos e retirá-la "al dente". Simples não?!
O telefone toca, o tempo passa... e eu esqueço da pobre massa na água fervente.
Voltando às pressas à cozinha, estava lá o estrago na panela. Uma massa disforme e empapada.
O que fazer?!
Desperdício, jamais!
Refogá-la seria impossível, pois tendo absorvido mais água do que deveria, a massa perdera toda a sua aderência, ficando com um aspecto de ensopado e aplicar-lhe algum tipo de molho, só a deixaria ainda mais mole.
Na esperança de dar à receita um final feliz, corro para minha prateleira gastronômica e numa procura frenética pela solução do problema, encontro a resposta: transformar a tal massa empadada num macarrão de forno à base de um creme branco espesso.
Esqueço os ingredientes separados para a primeira receita e saio à procura de qualquer outro que possa compor meu plano B. Alguns ingredientes básicos a postos e outros catados na geladeira substituem a "receita solução dos meus problemas".
Creme de leite, queijo parmesão, ovos, leite, linguiça calabresa, pimenta do reino, sal, massa empapada e alguns minutos de forno...
Final feliz para um macarrão que tinha tudo para ir para o lixo.
E que bom que nem tudo está perdido...