segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Arrrrrggghhhhhhhh!!!!

Aqui na minha cidade é bastante comum comprarmos peixe fresco em "balanças" instaladas nas praias para facilitar o acesso entre consumidores e pescadores locais na venda de seus pescados. Ocorre que nem sempre a compra é possível de ser realizada, pelo menos por mim, pelo fator determinante: higiene. Esse fim de semana mesmo, estava desejando provar uma receita de peixe oriental (no forno com gengibre e shoyo) e decidir adiar meus planos por ficar impraticável a compra do peixe nas condições de venda em que ele se encontrava. Peixes com forte odor cobertos de moscas, diga-se de passagem, as verdes!!! (argh!!), sendo oferecidos sem nenhum controle de higiene. Não havia, sequer, um lixeiro com tampa por perto, nem nenhum vestígio de que houvesse passado por ali algum tipo de higienização do local.
O lugar fedia a peixe, obviamente, mas não como um lugar em que se sentia o cheiro salgado do mar, o lugar mais parecia um cemitério de peixes.
Ficou com nojo? Imagina eu tentendo comprar meu almoço de sábado...
Definitivamente, pra mim não dá,...
E haja estômago para encarar isso...