quarta-feira, 1 de julho de 2009

A culpa era da colher...

Depois de inúmeras tentativas frustradas de tentar alimentar minha bebê com papinhas e de bater aquele desânimo, típico de mães de primeira viagem, por não saber o que viria pela frente, fui surpreendida com o feliz desfecho da saga de introduzir novos alimentos na dieta da filhota.
Em apenas dois dias, um rio de desesperança inundou meu coração por achar que ela não comeria mais de jeito nenhum, tamanha era a recusa ao alimento oferecido. Antes mesmo que ela viesse a engolir qualquer colherada, fazia mil caretas, colocava pra fora, recusava a comida virando o rosto de lado para o meu desespero. Ligo para a pediatra, ligo pra amiga de plantão e tudo se resume a "no começo é assim mesmo, ela vai acostumar..." E nada me fazia animar..., até que o marido chegou em casa, viu a cena e sugeriu: "Aninha, troca a colher de inox por uma de silicone, só pra ver no que vai dar...". E deu. Não é que ela começou a comer tudinho?! Vai entender esses bebês...